sábado, 27 de agosto de 2011

UM EXEMPLO A SER SEGUIDO...que os BABA-OVOS subservientes daquí de Morro do Chapéu aprendam com esse HEROICO POVO.

24 de agosto de 2011

 

Pintadas, a cidade da resistência


Charles Carmo, que pilota o portal “O Recôncavo” faz uma curiosa comparação. Os moradores de Pintadas, uma cidade plantada em pleno semi-árido da Bahia, são comparáveis aos gauleses, que resistiram bravamente ao império romano, uma história popularizada pela revista Asterix.

Os moradores de Pintadas estão em festa. O governador da Bahia, Jaques Wagner, acaba de inaugurar o asfalto na Rodovia BA 414, que liga Ipirá a Pintadas. Pela primeira vez, na história do município, o povo de Pintadas ganha uma estrada asfaltada. É uma revolução. Um sonho de mais 30 anos.

Charles Carmo compara Pintadas aos gauleses, porque, desde 1996, quando a esquerda ganhou as eleições municipais, seus habitantes sentiram a mão pesada do falecido “Toninho Malvadeza”, o autoritário ACM, pai do carlismo que o deputado ACM Neto (DEM) quer ressuscitar. A primeira providência que o velho cacique tomou foi fechar a única agência bancária local, do Baneb.

A reação dos gauleses de Pintadas foi imediata. Criaram a Cooperativa de Crédito de Pintadas (Sicoob-Sertão), com um capital inicial de R$ 10 mil. Neusa Cadore, a prefeita, então eleita pelo PT, e hoje deputada estadual, sofreu toda espécie de represália. Banidos dos investimentos do Governo Estadual, em resposta, os gauleses construíram uma rede social, com vinculação com a Igreja Católica progressista, inclusive com articulação internacional.

Pintadas virou a Meca dos estudos acadêmicos. Tal qual os gauleses, seus habitantes jamais sucumbiram ao império romano, ao cerco carlista. Ave César. Parcerias foram construídas com organizações da Itália, Bélgica e Áustria. Surgiram cisternas para captação das águas da chuva. Orçamento Participativo. A evasão escolar quase desapareceu, as escolas duplicaram. Prêmios de gestão popular vieram. Agricultura familiar. Irrigação. Segurança alimentar. Geração de renda.

Com Lula, os romanos caíram. Com Wagner, o império desabou. Agora, 30 anos depois, veio o asfalto, pela primeira vez. Os gauleses venceram.

LEIA O RECÔNCAVO

Nenhum comentário: