sábado, 4 de fevereiro de 2012

A demagogia do GNOMO DE JARDIM ACM Neto: não tem limites.

ACM Neto faz demagogia com greve da PM


Morro do Chapéu tem que se unir e expulsar esse último RESÍDUO DA DITADURA CARLISTA - dono de RÁDIO LARANJA E PATRÃO DE ESTELIONATÁRIOS -; cuja única contribuição é:  A CORRUPUÇÃO  E A DISCÓRDIA.
Por Altamiro Borges

O oportunismo é uma praga na política. Diante da greve dos policiais militares na Bahia, o deputado ACM Neto resolveu dar uma de sindicalista radicalizado. Em entrevista na noite desta sexta-feira (3), o líder dos demos fez duras criticas ao governo estadual. “Ele [o governador Jaques Wagner] deveria reconhecer que, desde que tomou posse, maltrata os policiais”.
É muita cara de pau! A oligarquia ACM comandou a Bahia durante décadas, desde o golpe militar de 1964. Nunca fez nada para melhorar os salários e as condições de trabalho dos servidores públicos. Sempre agiu com truculência, nos moldes do “Toninho Malvadeza”, contra as lutas grevistas. O sindicalismo baiano não esquece que foi tratado a ferro e fogo na ditadura de ACM.

O caos na greve de 2001

Vale lembrar um único caso. Em julho de 2001, os policiais militares realizaram uma prolongada greve. Eles foram humilhados e sofreram brutal repressão do governador César Borges, cria de ACM Neto. A Bahia virou um campo de guerra, com a ocupação de quatro dos sete batalhões da PM então localizados na região metropolitana de Salvador. O caos imperou na Bahia.

ACM Neto devia ser mais cauteloso diante da greve dos policiais, que traz insegurança à população da Bahia. Se quer falar sobre as justas lutas sociais, ele deveria condenar o governo de São Paulo, que junta PSDB e DEM, pela covarde desocupação do Pinheirinho. Também devia propor que o DEM retirasse a ação de inconstitucionalidade que move para asfixiar financeiramente as centrais sindicais.

Oportunismo dos demos desesperados

Na entrevista citada, ACM Neto não escondeu o seu maior desejo. “É evidente que Jaques Wagner perdeu totalmente o controle sobre a situação”. Como o DEM sofreu forte desgaste nos últimos anos, ele tenta se aproveitar da greve para desgastar o governo petista e se cacifar eleitoralmente. Teme ter o mesmo destino de outros famosos demos, como César Maia e Marco Maciel, que foram escorraçados pelas urnas.

O governador Jaques Wagner precisa ficar atento às manobras oportunistas da direita. Qualquer atitude intransigente diante da greve da PM só servirá aos intentos dos demotucanos. Como ex-sindicalista, ele sabe do valor da autonomia dos sindicatos e que o melhor caminho é o diálogo. Já o sindicalismo precisa ficar esperto para não fazer o jogo da direita, numa radicalização irresponsável.

2 comentários:

Anônimo disse...

olá acm vc deveria publicar algo sobre o esquema que estar a solta em morro do chapeu em relação ao desapropriamento de terrenos através do secretario de meio ambiente que até ontem não tinha nada e hoje é dono de loteamentos em nossa cidade um exemplo é aquela área em frente o colégio jubilino agora adivinha quem e para quem foram doados os terrenos ??

Anônimo disse...

Vocês querem saber qual a diferença entre direitista e esquerdista?
É a mão que balança o erário e rouba do povo!
Os direitistas como os carlistas roubam com a mão direita!
Os esquerdistas com a mãe esquerda!
Os de centro com as duas mãos até porque vivem pulando de galho em galho! Temos que buscar outra opção que nunca foi tentada! Não há outra soloução ... ainda que paliativa!