segunda-feira, 9 de julho de 2012

ELES NÃO USAM 'CAÇOLÃO VERMELHO'; MAS USAM CAMISETAS VERMELHAS...E SÃO MEMBROS DA ORDEM MEDIEVAL DOS CAVALEIROS DA SANTÍSSIMA TRINDADE também. Ao contrário dos seus congêneres daqui de Morro do Chapéu, esse era o tipo de MÉNAGE-À-TROIS que tinha tudo para vingar; se o tal MACARRÃO fosse menos glutão e egoista. TRIÂNGULOS AMOROSOS SÃO COMPLICADOS E PERIGOSOS. DE MACHOS, ONDE A FÊMEA É UMA MERA COADJUVANTE: PODEM SER LETAIS. E FOI ISSO O QUE ACONTECEU COM OS SUPOSTOS RÉUS...E A BELDADE DESAPARECIDA. Se ambos acusados não gostavam da fruta em liberdade; agora certamente serão forçados a gostar no cativeiro. Numa sociedade homofóbica como a nossa, casos como este; ocorrem aos montões...só que não envolvem PERDA DE VIDA; E PORISSO NINGUÉM FICA SABENDO.

EROS E TÂNATOS reencarnados nos protagonistas dessa Tragédia Grega Mineira. O que vemos é  a Força, a Vida, o Amor (no atleta Bruno), a Solidão e a Morte (TODESTRIEB) da Teoria Freudiana; no gordinho MACARRÃO. São dois polos assimétricos que se unem...e quem prevalece sempre; é o DEUS THANATOS. Quando essas duas Divindades se encontram; coisa boa não se pode esperar...a prova aí está. 




BELDADE TRAÍDA...UMA HISTÓRIA DE AMOR; QUE NÃO NECESSITAVA TERMINAR EM TRAGÉDIA.
CASAL DE POMBINHOS ABAIXO....QUE SE COMPORTARAM COMO URUBÚS CARNICEIROS. SE PROVADA A CULPA DE AMBOS: MERECEM APODRECER NA CADEIA.


Bruno pede para Macarrão assumir morte de Eliza, diz revista
Por: Redação Bocão News - 09 de Julho - 07h54

Uma carta que teria sido escrita pelo ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes a Luiz Henrique Romão, o Macarrão - na qual ex-goleiro pede ao amigo para usar o plano “B” e assumir a morte de Eliza Samúdio, em 2010 - foi revelada em reportagem especial da revista Veja deste fim de semana. De acordo com a publicação, a carta, interceptada por um agente penitenciário, foi escrita por Bruno, de dentro do presídio Nelson Hungria, em Belo Horizonte - onde está preso - pede que Macarrão “assuma toda a responsabilidade em seu lugar”.

A reportagem ainda traz detalhes sobre o inquérito da Polícia Civil sobre o caso, inclusive com mensagens trocadas entre a ex-modelo e alguns amigos durante o período em que estava escondida em São Paulo. Em um dos trechos, Eliza afirma a uma amiga que o ex-goleiro “é louco, tenho medo”. Em outro, ela diz que para “a terra de Bruno só vou com passagem de ida” porque “vão me matar lá”.

A reportagem afirma ainda que “pessoas próximas a Bruno” teriam afirmado que a ex-amante do jogador teria um vídeo em que aparecia numa orgia com Bruno e Macarrão. As imagens, no entanto, nunca foram encontradas.

No fim de maio, o goleiro Bruno Fernandes recebeu o direito a liberdade condicional pelo crime de lesão corporal e cárcere privado que responde no Rio, uma vez que já teria cumprido 1/6 da pena de 4 anos e seis meses. Mas apesar da decisão do juiz Wagner Cavalieri da Vara de Execuções Criminais de Contagem, ele continuou preso. De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas, existe um impedimento para cumprimento dessa decisão, que é o mandado de prisão expedido no processo em que o goleiro é acusado do homicídio de Elisa Samúdio. O atleta está preso desde 2010 pelo crime.

A modelo Elisa Samúdio desapareceu em junho de 2010. Semanas depois, o filho dela, ainda bebê, foi encontrado com uma amiga de Dayanne Rodrigues do Carmo Souza, ex-mulher de Bruno. A polícia acredita que Eliza foi sequestrada com seu filho, no Rio, e levada para Minas Gerais. Depois ela foi mantida no sítio de Bruno até ser morta na casa do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte. O corpo de Eliza nunca foi achado.
 

Nenhum comentário: