quinta-feira, 12 de julho de 2012

FINALMENTE, A CAGADA "MISTERIOSA" DO DEPUTADO ALOPRADO AMAURI TEIXEIRA DO PT DE JACOBINA: FOI CORRIGIDA PELOS SEUS PARES. DE ADMIRADOR INCONDICIONAL, HOJE, EU TENHO MINHAS DÚVIDAS SOBRE ESTE SENHOR. ESPERO QUE AS MINHAS PREVISÕES ESTEJAM ERRADAS, PORÉM, ESTE SENHOR JÁ DÁ SINAIS DE QUE SE TORNARÁ MAIS UM 'EDSON PIMENTA' DA VIDA. NÃO SE SURPREENDAM SE UM DIA FICAREM SABENDO QUE ESTE CIDADÃO PULOU PARA ALGUM PARTIDECO FISIOLÓGICO DE EXTREMA-DIREITA. O QUE TEM DE POLÍTICO PICARETA AQUI NESSA NOSSA BAHIA; NÃO ESTÁ NO GIBI.




 

HERÓI DO POVO BRASILEIRO 

Protógenes 18 x 1 Privataria tucana

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar rejeitou a abertura de processo contra o deputado Delegado Protógenes (PCdoB-SP), por 18 votos contra 1.

O pedido de abertura de processo foi feito pelo PSDB, como vingança dos tucanos pela iniciativa de Protógenes em requisitar a CPI da Privataria Tucana, ainda a ser instalada, e a CPI do Cachoeira, que atingiu Marconi Perillo (PSDB-GO) e está a um passo de atingir José Serra, quando o homem-bomba do PSDB, Paulo Preto, prestar depoimento.

O relator do caso no Conselho de ética, deputado Amauri Teixeira (PT-BA), havia agido como aloprado ao dar prosseguimento à requisição tucana, com base apenas em uma "reporcagem" do jornal Estadão. Porém quando se olha para os fatos reais, eles inocentam Protógenes, pois foi ele quem primeiro teve a iniciativa de recolher assinaturas para abrir a CPI do Cachoeira. Se tivesse rabo preso, não buscaria investigações que viessem a recair sobre si mesmo. O voto do colegiado, hoje, corrigiu o erro de Amauri Teixeira.

Os tucanos usaram como argumento para fazer sua vingança, contatos com o ex-sargento Dadá, que Protógenes disse ter conhecido em 2007, quando o sargento ainda estava na ativa nos serviços de inteligência da Aeronáutica, e não havia indícios de envolvimento com atividades criminosas. Ambos prestaram depoimentos sobre suas respectivas atuações na Operação Satiagraha, outra iniciativa que atingiu o tucanato, na figura do principal aliado dos tucanos na privataria: Daniel Dantas.

O único deputado que votou contra Protógenes foi o tucano Carlos Sampaio (PSDB-SP).

Nenhum comentário: