sexta-feira, 4 de março de 2016

REDE GOLPE E JUIZECO FASCISTA COLOCAM FOGO NO BRASIL PARA DESTRUIR OS AVANÇOS SOCIAIS DAS GESTÕES PETISTAS: VEREMOS SE O NOSSO SOFRIDO POVO ACEITARÃO PACIFICAMENTE OS DESMANDOS E OS ABUSOS DESSA CORJA. SOLIDARIEDADE TOTAL AO ETERNO PRESIDENTE LULA.


Operação da PF contra Lula é golpe midiático judicial



:

A nova fase da Lava Jato,

A nova fase da Lava Jato, batizada de Aletheia, investiga se empreiteiras e o pecuarista José Carlos Bumlai favoreceram Lula através do sítio em Atibaia e o tríplex no Guarujá.
Os golpistas desrespeitaram o STF, pois estava sub judice a questão da competência para cuidar do caso e, está claro que não se trata da alçada de Moro. Esses golpistas pensam que não seremos capazes de nos organizar para enfrentá-los apesar do poderio militar do qual dispõem. Se não quiseram a conciliação de classes, que melhorou esse pais, que mudou para melhor a nossa imagem enquanto povo mundo afora, que trouxe mais grana para todos, ricos e pobres.,,...se não querem a conciliação...se querem a guerra, pois a terão....

A Operação Alitheia, de busca e apreensão contra o Instituto Lula, a casa de Lula e mais dezenas de lugares de Atibaia, Guarujá, Diadema, Salvador e São Bernardo do Campo, pode levar o país ao caos.

Lula ainda é considerado em todas as pesquisas realizadas nos últimos tempos como o melhor presidente da República por 40% da população brasileira. E se ele vier a ser preso, o movimento social, provavelmente reagirá.
Mas não haverá só o lado a favor de Lula nas ruas. As manifestações do dia 13 se tornarão imensas, pois serão vitaminadas por essa operação.
Ao que tudo indica a operação de hoje já era de conhecimento de quem conduziu o Jornal Nacional de ontem, que foi o mais longo de todo o processo de investigação da Lava Jato contra Lula, o governo e o PT.
Também parece óbvio que tem relação com o vazamento da suposta delação de Delcídio, que contou inclusive com a antecipação da edição semanal da revista que foi às bancas na quinta e não na sexta-feira.
O governo não terá muita margem de manobra nessa situação. Se vier a assumir uma posição de distância em relação ao que vier a acontecer com Lula, pode ficar completamente isolado.
Dilma terá de escolher um lado, por que o país está completamente dividido.
Como a operação também é judicial e conta com apoio de boa parte do sistema político, vai ser dada a ela uma caráter de legalidade. Mas muitos juristas, advogados e intelectuais questionarão essas medidas e atos em defesa da legalidade e de Lula pipocarão em todo o país.
O Brasil que vivia uma grave crise, entra a partir de agora numa situação limite. O resultado desse processo certamente não será nada positivo. E pode enterrar boa parte dos avanços democráticos das últimas décadas.
O juiz Sérgio Moro e a PF parecem ter antecipado suas ações para atender os desejos principalmente da Globo, que começava a se incomodar com os questionamentos que vinha sofrendo da blogosfera e de torcidas organizadas, como a Gaviões da Fiel.
Só vai dar para saber qual o resultado prático dessa operação com o tempo. Mas se não se pode descartar que ela pode ser fatal para Lula, ao mesmo tempo pode torná-lo ainda mais forte se nada vier a ser comprovado contra ele e se houver reação popular em sua defesa.
Se há muitas dúvidas em relação a essa operação da PF, uma coisa é certa, ela se trata de uma operação midiática judicial. E foi conduzida como uma novela, uma minissérie, um filme. Mas que nesse caso pode não necessariamente vai ter o final desejado pelos seus diretores. Por que a realidade é sempre mais complexa.

Wadih Damous: ‘Lula foi sequestrado por Moro’

Com a autoridade de quem presidiu a OAB do Rio de Janeiro, o deputado federal e advogado Wadih Damous (PT-RJ) diz que a ação da Polícia Federal nesta sexta-feira 4 contra o ex-presidente Lula "não foi condução coercitiva, foi um sequestro perpetrado pela PF a mando do juiz da Lava Jato"; "Condução coercitiva acontece quando alguém intimado a depor perante o juiz não comparece. Lula jamais se negou a depor sequer foi intimado", publicou o parlamentar no Twitter; "Lula jamais foi intimado a depor até porque juiz Moro não é competente p/ apurar os fatos relativos a Atibaia e a um triplex do guarujá", completou Damous, afirmando que "está em curso um golpe de estado"

Nenhum comentário: