sexta-feira, 15 de abril de 2016

ESSA MULHER COMETEU ERROS NO SEU GOVERNO QUE SÃO DESNECESSÁRIOS OS MENCIONAR AQUI AGORA - EXISTE ALGUM GOVERNANTE NA FACE DA TERRA QUE NUNCA COMETEU? - PORÉM, A SUA HONESTIDADE NA GESTÃO DA COISA PÚBLICA; É RECONHECIDA ATÉ PELA MÍDIA CONSERVADORA INTERNACIONAL...A PROVA SÃO OS INÚMEROS ARTIGOS ESCRITOS RECENTEMENTE NA GRANDE IMPRENSA DA EUROPA E DOS EUA. Se o Congresso seguir a esse SINDICATO DE LADRÕES liderado pela dupla CUNHA-TEMER: um futuro TENEBROSO NOS AGUARDA. Vamos nos mobilizar para evitar que essa CATÁSTROFE CHAMADA GOLPE DE ESTADO NÃO OCORRA NUNCA MAIS em nossa amada terra pátria. NÃO VAI TER GOLPE...À LUTA PATRIOTAS!

POR INTERÊSSES PESSOAIS E EM NOME DA ELITE MEDIEVAL BRASILEIRA ESSAS RATAZANAS DE ESGÔTO  COLOCARAM O BRASIL COMO REFÉM: À LUTA PATRIOTAS!

 TODO CASTIGO DO MUNDO SERÁ POUCO PARA OS INIMIGOS DA DEMOCRACIA...PRISÃO E JULGAMENTO DOS GOLPISTAS JÁ!

Financial Times diz que impeachment é ruim para o Brasil


Jornal GGN – O Financial Times publicou matéria em que afirma que o impeachment da presidente Dilma Rousseff pode ser apenas o começo de mais problemas para o Brasil. A publicação britânica explicou o complexo cenário político brasileiro e disse que, longe de ser a solução para os problemas, o processo deve gerar mais instabilidade no país.
Leia mais »

Vice da Câmara abandona Cunha e Temer e anuncia voto pró-democracia

:
Deputado Waldir Maranhão (PP-MA), 1º vice-presidente da Câmara, anunciou nesta sexta-feira 15 que mudou de opinião e votará contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff no domingo, 17; "Eu e mais 12 deputados do PP vamos votar a favor da democracia e contra o golpe", afirmou Maranhão ao Broadcast Político; Maranhão disse não estar preocupado com a promessa de punição do PP aos parlamentares que não acompanharem a maioria do partido; "Isso depois a gente resolve"

Folha reconhece que não há votos para o golpe

Democracia começa a virar o jogo contra a maré golpista; Folha de S. Paulo, que dava o golpe como favas contadas, acaba de reconhecer que a oposição não tem mais os votos suficientes para aprovar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff; uma das parlamentares que não irá votar é Clarissa Garotinho (PR-RJ), que solicitou nesta sexta o início de sua licença-maternidade; o vice-líder da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA) também mudou de posição hoje e agora é contra o impedimento de Dilma; mais cedo, o 247 noticiou que mais de 50 deputados, de olho nas eleições municipais deste ano, deverão se ausentar da votação do domingo (17)

Regente do golpe, Cunha levou propina de R$ 52 milhões em 36 parcelas

Responsável maior pela transformação do Brasil numa república bananeira, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), é alvo de uma nova denúncia às vésperas do golpe; segundo o empreiteiro Ricardo Pernambuco, da Carioca Engenharia, ele cobrou uma propina de R$ 52 milhões em 36 parcelas pela construção do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro; delator entregou aos investigadores uma planilha revelando 22 depósitos que somam mais de US$ 4,6 milhões; valores teriam sido repassados entre agosto de 2011 e setembro de 2014; mundo assiste, atônito, ao espetáculo do golpe conduzido por Cunha; segundo o The New York Times, a presidente Dilma, honesta, corre o risco de ser afastada por criminosos

Nenhum comentário: