sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

O FALECIDO JUIZ TEORI ERA UM JUIZ COM (J) MAIÚSCULO...BEM DIFERENTE DAQUELE JUIZ-EMPRESÁRIO FALASTRÃO (MEMBRO ATUANTE DO PSDB QUE JÁ FOI CHAMADO ATÉ DE 'CHEFE DE CAPANGAS' DO MT) DOS BEIÇOS GIGANTES. O BRASIL PERDEU UM GRANDE MAGISTRADO.

Filho de Teori: torço para que tenha sido acidente

O filho do ministro Teori Zavascki, Francisco Prehn Zavascki, se manifestou nesta quinta-feira, 20, sobre as causas da queda do avião no litoral de Paraty (RJ) que resultou na morte do ministro relator da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal; em entrevista à Rádio Estadão, Francisco disse que "torce para ter sido um acidente"; "É preciso saber se foi acidente ou não. Torço para que tenha sido um acidente, seria muito ruim para o país ter um ministro do STF assassinado", afirmou

Quem matou Teori Zavascki…

Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, destaca que a aeronave onde estava a bordo o ministro Teori Zavascki, e que caiu em Paraty nesta quinta-feira, era "um excelente avião"; ele destaca também que o ministro relator da Lava Jato no STF era quem "decidia quem seria investigado ou não. Processado ou não. Condenava, absolvia, ainda que sujeito a ter suas decisões alteradas pelo colegiado"; "Teori estava para homologar dezenas e dezenas de acordos de delação premiada de funcionários da Odebrecht contra alvos que até aqui não vinham sendo incomodados. Os nomes de tucanos graúdos apareceram justamente nas delações da Odebrecht, mas o principal nome envolvido nas delações que Teori iria analisar é o do presidente da República", lembra Guimarães
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google +
  • Teori foi meu amigo, por Eugênio Aragão

    Teori foi meu amigo

    por Eugênio Aragão
    Em tempos de polarização, em tempos em que quem não esteve conosco na hora difícil foi golpista, em tempos em que muitos de nós se tornaram intolerantes e incapazes de viver com a contrariedade, em tempos em que perdemos não só a humanidade, mas também as papas na língua, venho afirmar: Teori foi meu amigo. Ontem perdi um amigo muito querido, um amigo que nem sempre fez as coisas do modo que gostaria que tivesse feito, mas fez com dignidade de seu jeito. Sempre foi autêntico, sempre foi cívico e não se deixou levar pela hipocrisia ou pela vaidade. Foi querido, tinha um coração enorme e foi incapaz de ofender, de se exaltar ou de menosprezar seus semelhantes. Não podemos esperar do outro o que não tem para dar, mas, também não podemos recusar-lhe o reconhecimento de virtudes mil que tenha. E Teori tinha para dar de sobra. Era um magistrado exemplar, que fazia da discrição sua marca maior e era uma pessoa gigante, com uma alma doce que Deus lhe deu e soube preservar ao longo de toda sua vida. Hoje eu choro por Teori. Choro sua falta e a falta que fará neste Brasil cheio de ódio e de gente que diferentemente dele perdeu todo escrúpulo e toda compostura.
    Leia mais »

Nenhum comentário: