quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

COMO EU VOS AMEI, amai-vos também uns aos outros" (Jo 13, 14): MAIS UMA VÍTIMA da ideologia BolsoNAZIFASCISTA que atualmente assola o Brasil - cujo Representante Maior aqui em Morro do Chapéu é aquele velho antipetista ferrenho ex-porteiro do Carandiru Lauro ADOLF HITLER Sarará\Caboclo Silva Dourado. Pois é minha gente, não é só nos rincões mais atrasados do nosso país é que essa ideologia do ódio mostra a cara não...o bairro de Perdizes na capital Paulista, não é nenhum 'finisterra' paupérrimo e obscurantista como é a nossa terra natal...mas lá também a comunidade LGBT é discriminada, apesar de seus moradores serem na sua maioria de classe média alta. Quem é Cristão ou Devoto de verdade; NUNCA ACEITARÁ OU DEFENDERÁ essa ideologia satânica cujo alicerce é o ÓDIO. Todos nós que acreditamos na IGUALDADE, FRATERNIDADE E LIBERDADE...temos a obrigação moral e cívica de combater - sem tréguas - a esses vermes fascistas, sem pena e sem dó.


Ódio ao amor: políticos de direita fazem homofobia crescer no país

Do Blog Cidadania de Eduardo Guimarães


Na última sexta-feira (23), um casal de namoradas relatou ter sofrido preconceito em uma padaria no bairro de Perdizes, zona oeste de São Paulo. As namoradas teriam sido advertidas por uma funcionária, também homossexual, que lhes pediu para pararem se de abraçar.
O relato (confira ao fim da reportagem) foi publicado no perfil da rede social de Tatit Brandão que namora Laura Baruffaldi.
Segundo Tatit, a funcionária que as abordou contou que dois clientes reclamaram do casal ao gerente. A atendente afirmou também ser homossexual, desde os 11 anos. “O gerente pediu pra eu vir aqui falar com vocês porque ele sabe que eu sou gay”.
Tatit também denunciou o assédio moral contra a funcionária. “A funcionária recebendo uma ordem do chefe não está em posição de argumentar, nem discutir, nem se negar a nada, ainda que a ordem seja oprimir pessoas iguais a ela, e a si mesma”.
O caso ganhou proporções nas redes sociais, e a padaria Delícia de Perdizes, próxima à avenida Afonso Bovero, publicou carta de retratação.
Queremos nos retratar publicamente com o casal Tatit Brandão e Laura M Baruffaldi. Por elas terem passado pela degradante situação de se sentirem erradas, quando não fizeram nada mais que demonstrar o sentimento que sentem uma pelo outra“.
O estabelecimento também respondeu às acusações de assédio moral contra a atendente. “A culpa não é da funcionária que as abordou. A culpa é da Delícia de Perdizes”.
*
Confira, abaixo, o relato de  Tatit Brandão no Facebook

Manhã de sexta-feira. Um casal apaixonado demonstra amor e afeto enquanto toma café na padaria Delícia de Perdizes, no antigo bairro querido, a Pompeia. Duas mulheres comendo pão na chapa, café e suco de laranja enquanto conversam, se beijam, se abraçam, compartilham sonhos, sorriem e são felizes: eu e minha companheira Laura M Baruffaldi.
Uma funcionária da padaria se aproxima da mesa e me cutuca as costas. (Aqui, toda mulher que está amando outra mulher, como descrito ali em cima, conhece bem a qualidade do medo que surge imediatamente. O medo de estar prestes a sofrer mais uma vez a violência da homofobia.) A sensação do medo toma conta e faz com que pareça que virei meu corpo em câmera lenta pra ver quem me chamava.
“Olha, dois clientes já foram reclamar com o gerente o incômodo que vocês estão causando. Um deles, um senhor que estava com o filho e foi questionar que tipo de ambiente a padaria, que deveria ser um “ambiente familiar”, nesse momento está proporcionando. Então, eu peço a delicadeza de vocês serem discretas…”
Continuamos olhando e sugerindo, em silêncio, que ela continuasse a fala até concluir, mesmo em momentos em que a funcionária demonstrava querer parar de falar. Mas percebemos que estava bem difícil.
“Não é preconceito por vocês serem assim, nem nada, me desculpa, não é por mal, eu também sou gay e faz tempo, desde os meus 11 anos. Tem alguns lugares que eu me sinto bem à vontade… no Vermont, na República, no Arouche… mas é que lugares como aqui é bem complicado… Sabe? Meninas, me desculpem mesmo, a padaria quer receber e agradar todo mundo, o gerente pediu pra eu vir aqui falar com vocês porque ele sabe que eu sou gay e aqui nunca sofri nenhum preconceito em relação a isso, eles me aceitam normal…”
Falei que queria entender direito e perguntei o que ela estava nos pedindo. A moça tentou falar, continuou se embananando mais ainda, se emocionou, pediu desculpas e saiu da nossa frente chorando em direção ao banheiro. Essa cena se repetiu mais duas vezes. Ficamos, claro, paralisadas e incrédulas com o tamanho do horror a que NÓS TRÊS estávamos sendo submetidas.
Sofrer homofobia já é um horror sem fim. Sofrer homofobia e ao mesmo tempo presenciar um assédio moral descarado entre chefe-empregada sendo que a empregada sofre o mesmo tipo de opressão que você, é um horror elevado a enésima potência. A funcionária recebendo uma ordem do chefe não está em posição de argumentar, nem discutir, nem se negar a nada, ainda que a ordem seja oprimir pessoas iguais a ela, e a si mesma.
A questionamos sobre o posicionamento da padaria e perguntamos por que achava que a padaria não estava tendo uma postura homofóbica se pediram pra nos solicitar um disfarce de quem somos para satisfazer aqueles homens que não nos toleram, ao invés de anunciar aos mesmos que aquele era um lugar que acolhia a diversidade. A moça desmontou novamente, entre o que percebia que estava fazendo conosco (e consigo mesma) e o medo de não cumprir a função de forma satisfatória e correr risco de perder o emprego. Uma atrocidade!
Na sequência, saiu e voltou nos oferecendo um presente que, obviamente, não aceitamos. “Mas olha, esse é um pedido meu de desculpas, esquece a padaria, é meu presente pra vocês”. Explicamos que aceitamos o pedido de desculpas DELA, mas que não podíamos sair dali como se tivéssemos sido caladas por um panetone diante da postura HOMOFÓBICA SIM da padaria.
Saímos dali duas horas depois, paralisadas pelos infinitos minutos de violência. Em direção ao caixa, a passos lentos de um momento amargado, no chão de lama da nada delícia das Perdizes, com os olhos atentos a todos que nos olhavam e o coração entristecido.
Um verdadeiro assalto ao sabor do amor.

Ed Motta
6 hours ago
Por preconceito, admito, eu sempre duvido artísticamente do que é muito popular, do prato mais pedido do cardápio, do filme premiado.
Essa semana tive uma surpresa imensa assistindo o vídeo da Pablo Vittar cantando um grande sucesso da Whitney Houston. Eu chorei de verdade vendo porque não imaginava essa musicalidade, timbre lindo nas notas graves e quando atingiu as notas altas foi com propriedade. Depois conferi pelo YouTube que faz tempo que o talento dela é verdadeiro e g...enuíno.
Muita gente denominada/inventada pelo mercado como “artista” com grandes vendagens, premiações simuladas, não tem um terço da capacidade vocal de Pablo Vittar.
Pablo faz um sucesso imenso, mas tem um exército de ódio yang que se incomoda profundamente com o que isso representa na sociedade obediente e engessada.
Pablo Vittar tem meu respeito.

PS: o timbre da voz em "for you" (0:14) e "should do" (0:34) papo sério.
See More
Pabllo Vittar arrepiou a todos ao cantar música de Whitney Houston ao vivo no Altas Horas. Deixe seu like e se inscreva no canal
youtube.com
Lauro Adolfo Silva Dourado

SE DIZENDO DISCRIMINADO POR SER ''HETEROSSEXUAL'

morronoticiassemcensura.blogspot.com/.../se-dizendo-discriminado...

Dec 5, 2017 - SE DIZENDO DISCRIMINADO POR SER ''HETEROSSEXUAL'' O FASCISTOIDE LAURO 'ADOLF HITLER SARARÁ\CABOCLO' SILVA DOURADO VOLTA OUTRA VEZ A ATACAR A COMUNIDADE LGBT LOCAL...e é aplaudido por meia dúzia de gatos pingados admiradores de sua ideologia ...



segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

MOMENTO JULY(JÚ-LÍ\JÚ-LÁI) DO BLOG MNSC. Os mais velhos nos contam que em tempos imemoriais havia um anacronismo - típico de República Bananeira - na midia escrita chamado COLUNA SOCIAL. Aqui na Bahia, a papisa dessa breguice chamava-se JULY do Jornal A TARDE. Na época do Ditador Toinho Malvadeza essa múmia - contemporânea da Rainha Nerfetiti do Egito - tinha muita influência entre a ''burguesia de dimdim público'' de políticos ''nouveaux riches\novos ricos'' da geração de Zé Caramujo e desse Vice-Governador pomposo. Voltando ao ''Momento JULY" e ao Majestático Vice-Governador, uma das nossas informantes que participou da big recepção à esse potentado VENDEDOR DE TERRENOS NA LUA - É inacreditável uma gastança de dinheiro público dessas para ENCHER LINGUIÇA E OFERECER FALSAS EXPECTATIVAS DE EMPREGO AO NOSSO SOFRIDO POVO...a pretexto de celebrar a abertura duma FÁBRICA DE FUNDO DE QUINTAL QUE EMPREGARÁ 4 (QUATRO) FUNCIONÁRIOS...parece piada, né gente?-, o descreve como um ancião elegantérrimo e exuberante, com pinta de Costureiro Francês ( ''Couturier pronunciado 'Cútúrriê' segundo a tradução do Google) e\ou Dandy Inglês à la Oscar Wilde... como podemos comprovar nas fotos abaixo. No seu ''entourage'' (segundo a MESMA informante) se via de tudo...de ''jovens protégés'' oportunistas até os omnipresentes bajuladores e baba-ovos profissionais cujos representantes maiores aqui na terra do frio são o Sr. Odilésio Gomes e o forasteiro Deputado Zé Caramujo. E, para completar o quadro de aduladores dessa ''importantíssima otoridade'' oriunda dum desses partidecos sanguessugas\fisiológicos que poluem o cenário político brasileiro, lá estava também a patricinha cabeça de vento "DÔTÔRA SEM TESE DE DOUTORADO" vice-prefeita de Morro do Chapéu JULIANA ARAÚJO. E por falar nessa última: essa moça está grávida, ou são só nas fotos que aparenta tanta gordura?...solo fértil esses tabuleiros e caatingas daqui de Morro do Chapéu! Pois é gente, eu escutei aqui na redação que o nosso ocupadíssimo colega ANDRÉ CUNHA MENEZES mostrou interesse em escrever uma pequena crônica sobre o assunto. Se vcs estão morrendo de curiosidade para lê-la...nós daqui do Blog; mais ainda.





Related imageImage result for oscar wilde seatedOSCAR WILDE e o nosso ALBERTO SANTOS DUMONT...dois grandes homens e DANDIES IMORTAIS cujo senso de estética é reconhecido e imitado mundo afora. O reconhecimento ao bom gosto de ambos perdura há mais de um século. Pelo menos no quesito BOM GOSTO E ESTÉTICA MASCULINA; O NOSSO VICE-GOVERNADOR ESTÁ DE PARABÉNS...afirmação que não podemos fazer do MOCRÉO TOSCO dono da Rádio Laranjante Fm que nos (DES)representa no Parlamento Federal. Image result for santos dumont dandyRelated imageVISITA ''TRIUNFAL'' DO NOSSO DÂNDI VICE-GOVERNADOR ACABA EM BARRACO ENTRE OS DESMORALIZADOS E ODIADOS CARAMUJOS E O POPULAR PREFEITO DE MORRO DO CHAPÉU LÉO DOURADO.

MAIS UM CAPÍTULO DA GUERRA SUJA DOS CARAMUJOS  CONTRA OS DOURADOS. O Deputado LADRÃO DE TOCA-FITAS e a Patricinha Cabeça Oca (sua filha que se faz passar por "DÔTÔRA" apesar de não conseguir falar UMA SÓ FRASE EM PORTUGUÊS sem cometer erros crassos), praticamente sequestraram o Vice-Governador para que o Prefeito LÉO DOURADO E SEU GRUPO não conseguissem ter acesso ao mesmo... LEAM + NO LINK ABAIXO.

Lamentável essa situação!


Os atos de violência, baixaria e picuinhas políticas que ocorreram no município de Morro do Chapéu, no último sábado (16), chocaram os moradores da…
radiobrilhantefm.com.br

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

"SÓ SABE DORMIR E MENTIR''...é dessa maneira que o Dentista NEY BARRETO magistralmente define o DEPUTADO LADRÃO DE TOCA-FITAS ZÉ CARAMUJO. QUEIMADO E DESMORALIZADÍSSIMO, O DEPUTADO LADRÃO DE TOCA-FITAS VIRA OBJETO DE GOZAÇÃO E ESCÁRNIO NAS REDES SOCIAIS E ONDE QUER QUE PASSE. Agora, foi a vez de um dos maiores analistas políticos daqui da Chapada Diamantina - o inteligente e bem antenado Sociólogo e Modelo fisioculturista JERRIAN CUNHA...foto abaixo - ridicularizar o dito cujo. JERRIAN para quem ainda não o conhece, é ativista político e, MUITO INFLUENTE aqui na região...além de ser muito próximo do Grande Senador OTTO ALENCAR. E por falar nesse último, já não é mais nenhum segredo que o Senador ficou muito magoado com a TRAIÇÃO DO DEPUTADO LADRÃO DE TOCA-FITAS e, hoje o detesta com todo o vigor que caracteriza as pessoas traídas. Se Jerrian Cunha postou essa ENGRAÇADÍSSIMA IMAGEM DO DEPUTADO ZÉ CARAMUJO a mando ou com a benção de seu patrão político (o Senador Otto Alencar): é difícil se poder afirmar com certeza...mas que existe uma GUERRA FRIA\PSICOLÓGICA entre o Deputado LADRÃO DE TOCA-FITAS e o Grande Senador: ISSO É SEGREDO DE POLICHINELO, até os bebês recém-nascidos sabem disso. A razão maior é a disputa por território...Morro do Chapéu e região ficou pequena para ambos. Depois do fiasco da 'Aliança de Malandros' dos CARAMUJOS com os DOURADOS, ZÉ CARAMUJO quer por que quer transformar a sua filha Patricinha CABEÇA OCA em Deputada Estadual...mas se esqueceu de combinar com os Russos, no caso o Senador Otto Alencar... que deseja o mesmo para o seu filho...que, diga-se de passagem é um rapaz bastante competente, trabalhador e sério, diametralmente diferente da BURGUESINHA FÚTIL que se autointitula ''DÔTÔRA''. Voltando ao tópico principal, não tem preço ver essa foto do CARAMUJÃO ENTEDIADO E DORMINDO logo após o Governador Rui Costa PEDIR UMA SALVA DE PALMAS E COBRIR O PREFEITO LÉO DOURADO DE MORRO DO CHAPÉU DE ELOGIOS.

Image may contain: 1 person, closeup
JERRIAN CUNHA

Gente do céu! Esse já passou de aposentar, tá fazendo hora extra na política! Vacilou ele dar um cochilo.
Veja Ney Barreto kkkkk


Durante o fim da tarde desta sexta-feira, 08, aconteceu na cidade de Irecê a inauguração da Policlínica que atenderá cerca de vinte e três municípios daquela…
mandacarunoticias.com.br
Comments
Ney Barreto Kkkkk só sabe dormir e mentir
Caíque Dos Reis Mesquitta Ja ta bom de aposentar! Conversa que ninguem entende o que ta falando
  1. Odinael Lopes de Souza Olha a cara de pau do saruê. ..Ele nem se quer olha na cara do governador. ..Bicho cínico. Falar por trás dos microfones é fácil, e agora deputado saruê o governador também tá mentindo?O povo tá acordado e sabe que você e sua filha patricinha não querem o bem do nosso município. .Vcs fingem. ..não são capazes de mostrar a cara
    ..Só falam por trás dos microfones da lixo brilhante...

  2. GRIFO DO BLOG MNSC: O POVO PERDEU O MEDO DESSE DITADOR FAJUTO E LHE DESCE O CACETE SEM PENA E SEM DÓ.

sábado, 9 de dezembro de 2017

APROXIMAÇÃO E PRINCÍPIO DE ALIANÇA DE RUI COSTA COM O PREFEITO LÉO DOURADO DE MORRO DO CHAPÉU: deixa o Deputado LADRÃO DE TOCA-FITAS (alcunha do Deputado José Carlos Araújo...cunhada por CUNHA) puto da vida com o admirado e popular Governador. Pois é minha gente, o bom senso parece começar a prevalecer nas relações do Governador da Bahia com o Prefeito de Morro do Chapéu. Existe uma máxima que diz que devemos buscar guarida somente, em árvores frondosas e frutíferas. O Deputado José Carlos Araújo e sua filha são MANDACARUS ou alguma espécie de cactacéas estéries. Nos dias de hoje não contam nem mesmo com os votos dos seus serviçais da rádio LARANJANTE FM...sem falar que estão totalmente queimados e desmoralizados aqui em Morro do Chapéu e região....viraram LEPROSOS POLÍTICOS; nenhum político que tenha o mínimo de decência e amor próprio quer ser visto ao lado dessa família de sanguessugas fisiológicos. Eu estive lá em Irecê e a única pessoa que se aproximou do dito cujo e da patricinha cabeça oca sua filha; foi o ex-Governador Jacques Wagner...e isso só ocorreu porque esse último havia ''exagerado no mé'' e parecia bastante embriagado. O Governador Rui Costa, esse, fez o possível e o impossível para manter distância da peça que, não lhe dava folga e o assediava a cada brecha e oportunidade que se lhe apresentava. O ''HOMI" mais parecia a um carrapato, ou melhor, um parasita Phthirus pubis...conhecido na linguagem popular como piolho de pentelho. PQP, eu nunca vi na minha vida um político tão cínico como esse ZÉ CARAMUJO; o Governador fazia de tudo para se livrar dessa entidade do mal (como o chama o Nobre Vereador JOÃO HUMBERTO BATISTA); e o cara não se tocava. OS ELOGIOS E PALMAS PARA O PREFEITO LÉO DOURADO FOI UMA DAS MAIORES HUMILHAÇÕES QUE ZÉ CARAMUJO E SUA FILHA JÁ PASSARAM DESDE QUE COMEÇARAM A GUERRA SUJA CONTRA OS DOURADOS. Toma, velho fofoqueiro e fazedor de intrigas, poderia ter passado sem essa humilhação pública... DEIXA O GOVERNADOR EM PAZ ôh ''mala onda'' baixo astral SEM VOTO...despacho, macumba de sexta-feira 13 !!!

Image may contain: outdoor

Inaugurada Policlínica do Centro Norte em Irecê - YouTube...CLIQUE NO VÍDEO ABAIXO

https://www.youtube.com/watch?v=3Jkpr6tOga8
21 hours ago - Uploaded by Governo da Bahia - Secom
Inauguração da Policlínica Mais de Guarabira/PB - Duration: 5:34. Portalmidia Oficial 933 views · 5:34 ...
Grifo do Blog MNSC: Caraca, essa do Governador foi mesmo para arrombar e calar Zé Caramujo de uma vez por todas. Quem NÃO TEM VOTO E SE COMPORTA COMO O REI DA COCADA PRETA; É ASSIM MESMO...TEM QUE APANHAR PARA APRENDER A SER MAIS HUMILDE. Quem deve estar dando pulos de alegria e ter gostado dessa lapada do Governador; é a família Dourado. VEJAM ABAIXO O QUE DIZ O GOVERNADOR SOBRE OS MEXERICOS, PICUINHAS E INTRIGAS DESSA COMADRE BARRAQUEIRA. Essa gente é toda igual, tal pai, tal filha. E por falar na dita cuja, aí está ela abaixo fazendo FOFOCA sobre uma fictícia ''ordem judicial'' contra Léo.




Rui Costa Yesterday at 5:46pmIsso é sabedoria popular: quem trabalha não tem tempo de ficar de picuinha fazendo intriga. 
Isso é sabedoria popular: quem trabalha não tem tempo de ficar de picuinha fazendo intriga

''O FALSO MORALISMO DO JUIZ PANÇA-CHEIA''....Mais uma vez um dos maiores intelectuais da atualidade - o nosso conterrâneo Eugênio Aragão - DESMASCARA o juizeco provinciano de Curitiba cuja JUSTIÇA SELETIVA já não engana mais nem mesmo à Direita Medieval Brasileira...que o diga Reinaldo Azevedo.


O falso moralismo do juiz pança-cheia

REINALDO AZEVEDO METE A BANANA EM SÉRGIO MORO - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=b89YP1iGG-E
1 day ago - Uploaded by Canal k
REINALDO AZEVEDO METE A BANANA EM SÉRGIO MORO Magistrado sugere a chefe do Executivo ...


Por Eugênio Aragão, no blog Diário do Centro do Mundo:

O país se vê assaltado, neste fim de ano, de recomendações políticas inapropriadas daquele que deveria evitar a política partidária e se concentrar na interpretação equidistante, imparcial e equilibrada das leis. Sérgio Moro, o juiz de sempre.

Viaja a nossas custas para cima e para baixo, mexe e se remexe, para proselitar contra os legítimos interesses da maioria da população. Ganha, para isso, fartas diárias, prêmios, sem contar que deixa de jurisdicionar e ganha subsídios muito acima do razoável para uma massa de brasileiras e brasileiros cada vez mais desprovida de meios e de direitos.

Do alto da cadeia alimentar do serviço público ousa dar lições de sua gorda, empanzinada moral para os que nada têm: “repensem em quem vocês vão votar!”, prelecionou, mesmo metido em controvérsias sobre o papel que exercia o amigo do peito em negociação milionária de delação mais que premiada junto a sua vara.

Não bastasse a advertência ao eleitor, claramente destinada a refrear o maciço apoio que Lula vem mostrando nas pesquisas de voto, o Sr. Moro ainda tem o desplante de pedir de público ao Sr. Michel Temer, aquele que chama de presidente, que use seu cargo para pressionar o Supremo Tribunal Federal para que não reveja sua equivocada jurisprudência sobre a execução provisória da pena após o duplo grau de jurisdição.

Não se enxerga. Pretende que a mais alta corte do país receba pressões do chefete do executivo para satisfazer seu discurso moralista punitivista. Se o Sr. Temer se arvorasse a atender o esdrúxulo pedido, estaria, tout court, cometendo mais um grave ilícito para sua coleção. Afinal, atentaria descaradamente contra a independência dos poderes, o que implica crime de responsabilidade. E o Sr. Moro entraria junto, por instigação à prática do crime.

Na sua cegueira, não consegue o juizinho de província disfarçar seu profundo mal-estar com o sucesso de Lula, que, como governante, mais mudou o quadro de exclusão social no país. Deve ter se contorcido de bronca ao saber, pelo Datafolha, que seu índice de rejeição foi para as nuvens, prestes a superar ao daquele que elegeu seu réu-inimigo. Mudar a jurisprudência, deve pensar, pode frustrar seu intento de tornar Lula inelegível e de encarcerá-lo aos aplausos de seu público fascista iludido.

Moro se tornou, com seu moralismo punitivista, a principal fonte do ódio político que se disseminou na sociedade. Um juiz que, ao invés de pacificar conflitos, os acirra e direciona contra seu inimigo eleito. Falar em imparcialidade desse indivíduo seria piada de mau gosto, pois a cada discursinho mequetrefe pelos palcos da direita política mundo afora, faz questão de pré-julgar e conjecturar sobre feitos por decidir. Adora ingressar na seara reservada à política, para desfiar suas opiniões de lege ferenda sobre o que pretende serem debilidades sistêmicas para o “combate à corrupção”, sua obstinação compulsiva.

O Sr. Moro, ao se lançar sem trégua contra o réu que elegeu ser seu inimigo, se tornou cego para o estrago que causou à paisagem econômica e social do Brasil. A quebradeira da indústria naval, da construção civil, da produção petrolífera com tecnologia nacional, do esforço de criar capacidades próprias na energia nuclear – tudo isso causado pela falta de estratégia de sua gana persecutória. Sem contar o impacto direto dessa lambança na fiscalidade estadual. É só ver a deterioração das finanças do Rio de Janeiro para se ter uma ideia sobre os efeitos desastrosos dessa quebradeira.

Mas quem sofre os efeitos da irresponsabilidade do judiciário que jurisdiciona implacavelmente contra um inimigo é quem está na ponta da processo produtivo: os empregados da indústria quebrada, agora massivamente desempregados, sem condições de prover as necessidades básicas de sua família; os funcionários estaduais que deixam de receber seus pagamentos; os sistemas de saúde e de educação pública, que sofrem forte desinvestimento por conta da falta de receitas para sua manutenção – e por aí vai.

Isso tudo, porém, não mexe com a gordice dos ganhos do juiz de piso, que lava suas mãos a jato. Para ele, a preservação da moral justifica toda essa destruição. A moral do Sr. Moro tem, assim, um custo duplo: o da destruição que causou e os gastos com sua autopromoção. Mas tudo isso, na sua moral, está justificado e que se dane a fome alheia.

Por isso, não se envergonha em pedir aos desempregados e aos servidores sem pagamento que pensem bem em quem vão votar. Devem esquecer sua fome e lutar por sua moral. Por isso, também, que pede ao Sr. Temer que impeça que o Supremo reveja sua jurisprudência; os direitos devem ceder ao seu “combate à corrupção”: uma guerra total em que nada é mais importante que sua bem remunerada “missão”.

Fica o aviso: o aumento significativo de sua rejeição nas pesquisas de opinião é fruto dessa alienação. E a tendência é ascendente. Talvez ainda haja tempo de repensar sua ação e controlar seu ego, tempo para aprender a lição de Bertolt Brecht, que Lula sabiamente praticou e que o juiz insiste em ignorar: “Erst kommt das Fressen, dann die Moral” – primeiro vem o rango, depois a moral – esta lhe veste como uma luva!