terça-feira, 28 de maio de 2019

LEITURA OBRIGATÓRIA PARA SE ENTENDER MELHOR A GENEALOGIA DA IDEOLOGIA RACISTA DO FÜHRER TUPINIQUIM BOZONAZI E SEUS DESMIOLADOS SEGUIDORES. 'LIXO BRANCO', é a tradução do termo pejorativo Estadunidense 'WHITE TRASH'...cuja definição se encaixa como uma luva nos admiradores e seguidores de BOZONAZI...inclusive, os daqui de Morro do Chapéu. A Wikipédia assim o define: ''White trash (traduzido literalmente: lixo branco) é um termo depreciativo originário dos Estados Unidos, para pessoas brancas de baixo estatuto social como operário, camponês, lavrador entre outros''. O ensaio do respeitado Professor é uma verdadeira aula de Sociologia para se entender melhor as 'nuances' sociais e raciais do latente e vergonhoso sistema de Apartheid Brasileiro. Contam-nos os mais velhos, que, aqui mesmo em FEDEGOSOS até meados do século passado; pessoas de pele negra ou parda não eram permitidas casar-se com membros da família VALOIS...como também, eram vetados todo e qualquer contato de varões da família com ''mulheres da vida'' (eufemismo de puta\prostituta que se usava naquela época). Aparentemente, à essas pobres criaturas não se lhes permitiam sequer o INALIENÁVEL DIREITO à uma simples visita - ao citado povoado - em DIA SANTO...OU DE FEIRA. A lei local era seca e rígida: VALOIS que se casasse com negras ou quebrasse o celibato trepando com putas seria automaticamente BANIDO do clã. Entre membros da católica e conservadora pequena burguesia rural esse tipo de mentalidade retrógrada era prevalente na época. O caso da família Valois não é único e se deve ver estritamente sob esse ângulo. De origem desconhecida (O sobrenome VALOIS é muito comum na França como também, em suas ex-colônias...talvez tenha se originado no 'Département' Francês do VAR onde se localiza a pequena freguesia de VAL. VAL+OIS = VALOIS-masculino e VAL+OISE = VALOISE-feminino. A asserção de alguns membros da família de que são ''descendentes diretos'' e herdeiros de JURE ET DE FACTO da Casa de Valois, é no mínimo RISÍVEL. Tem maluco metido a ESTORIADOR que afirma que a família aqui aportou buscando refúgio no final da GUERRA DOS CEM ANOS...em 1839*** vejam vcs!...pois é, FINAL DA GUERRA DOS CEM ANOS EM 1839. Não vos surprendais se se tratar de um BOLSOMINION), a respeitada família VALOIS de hoje NADA TEM A VER com o seu passado preconceituoso e racista. A prova disso; é a miscigenação racial atual...sem falar que poucos foram os seus membros que aderiram ao Bolsonazismo. E é aí onde eu discordo diametralmente do sapientíssimo e admirado Sociólogo. Se se tomar a família VALOIS como exemplo do que diz o nobre pesquisador social; essa tese de BRANCO POBRE\CLASSE MÉDIA BAIXA\MÉDIA MÉDIA BOLSONAZISTA....NÃO FUNCIONA aqui no Nordeste. Funciona lá no Sul e Sudeste entre os descendentes de imigrantes Europeus pobres, como o Bozonazi. Eu tenho orgulho em afirmar que nós Nordestinos nos tornamos a VANGUARDA da Sociedade Brasileira. Com o ETERNO PRESIDENTE LULA aprendemos o significado da palavra DIGNIDADE, valorizamos os ideais ILUMINISTAS DE LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE...enquanto os Sudestinos mergulham no OBSCURANTISMO E ÓDIO BOLSONAZISTA. É inegável que sem as gestões progressistas do Eterno Presidente LULA, DILMA, WAGNER E RUI COSTA; o nosso sofrido Nordeste e a nossa Bahia estariam totalmente devastados, em uma situação similar à Somália, Se antigamente éramos vistos como gente atrasada; hoje somos a ESPERANÇA DE UM BRASIL CIVILIZADO, com um padrão de vida ESCANDINAVO. Parece UTOPIA, porém: YES WE CAN...diz uma Gringa amiga minha residente na vizinha cidade de Lençóis.

A MÍDIA MAFIOSA É O CÂNCER DA DEMOCRACIA BRASILEIRA. Aqui mais próximo de nós: o Ex-Deputado de alcunha LADRÃO DE TOCA-FITAS (José Carlos Araújo) é o CÂNCER da política de Morro do Chapéu...assim afirma o Nobre Vereador Rochinha.




Jessé Souza: Bolsonaro, sua loucura e sua idiotice são a expressão perfeita do ódio racial brasileiro












Jessé Souza

Publicado no blog de Jessé Souza
Não se entende o Brasil sem compreender a função do racismo “racial” entre nós. Não existe preconceito mais importante entre nós, já que ele tem o poder de definir e articular as relações entre todas as classes sociais no nosso país. É este preconceito que comanda a continuidade da escravidão com outros meios. Como esse mecanismo funciona na realidade cotidiana? Minha tese é a de que a escravidão, tanto no seu sentido econômico de exploração do trabalho alheio como no seu sentido moral e político de produção de distinções sociais, se manteve “na prática” inalterado desde a abolição da escravatura.
Fundamental para compreender este estado de coisas é a função que o ex-escravo abandonado e humilhado vai ter na sociedade pós-escravocrata. O ex-escravo é afastado do mercado de trabalho competitivo e passa a desempenhar as mesmas funções humilhantes e indignas que exercia antes. Seja tanto as funções de trabalho sujo, pesado e perigoso, para os homens, quanto as funções domésticas do antigo “escravo doméstico”, para as mulheres, as quais reproduzem todas as vicissitudes da antiga relação senhor/escravo. Faz parte do âmago desta relação não só a exploração do trabalho vendido a preço vil, mas também a humilhação cotidiana transformada em prazer sádico para o gozo frequente e para a sensação de superioridade e a “distinção social” das classes média e alta.
Mas isso tudo não é nem sequer o principal. Os negros na base da pirâmide social brasileira sempre desempenharam uma função semelhante à casta dos intocáveis na Índia. Como nota Max Weber no seu estudo clássico sobre o hinduísmo, os intocáveis possuem a função de legitimar toda a ordem social hindu na medida em que todas as outras castas, mesmo as inferiores, são distinguidas positivamente em relação aos intocáveis.
Como a “distinção social”, ou seja, a sensação de se saber “superior” a outros é tão importante na vida social quanto o dinheiro e a necessidade econômica, isso significa que uma classe social na qual todos podem pisar, humilhar, violar, agredir, e, no limite, assassinar sem temer consequências satisfaz, a uma necessidade primitiva fundamental a todas as classes acima dela. É óbvio que uma sociedade deste tipo não é apenas desumana, desigual, primitiva e tosca, mas também, na pior das hipóteses, burra, já que reproduzir a exclusão social produz insegurança, pobreza e instabilidade social para todos. Entretanto, este é o DNA da sociedade brasileira.
É importante notar que, paralelamente à condenação do negro à exclusão, o país passa a implementar a política abertamente racista da importação de imigrantes europeus brancos, na imensa maioria italianos, precisamente como no caso da família do excelentíssimo presidente Jair Bolsonaro. Uma parte considerável destes “neobrasileiros” ascende rapidamente, alguns inclusive à elite de proprietários e de novos industriais, mas boa parte irá constituir a classe média branca de grandes cidades como São Paulo. Nas outras grandes cidades brasileiras, como Rio de Janeiro e Recife, os portugueses exerceriam o mesmo papel do italiano em São Paulo.
O imigrante branco, na maioria o italiano ou o português, irá constituir no Brasil, ao mesmo tempo em aliança e a serviço da elite de proprietários, uma espécie de “bolsão racista e classista” contra os negros e pobres que constituem a maior parte do povo. Para a elite, isso significa a oportunidade de criminalizar e estigmatizar a soberania popular no nascedouro com a cumplicidade das classes médias e garantir só para si o orçamento do Estado via juros escorchantes, “dívida pública”, sonegação de impostos e outros assaltos legalizados. Para as outras classes, o preconceito universal contra o negro e ex-escravo permite a construção de uma frente comum para a manutenção de uma distinção social positiva contra os negros, o que eterniza o abandono, a humilhação, e o genocídio desta raça/classe como política pública informal.
Mais interessante ainda para nossos propósitos aqui é a função do racismo contra o negro para os imigrantes que não lograram sucesso econômico na nova terra. Muitos imigrantes não conseguiram ascender à classe média verdadeira nem à elite. Boa parte vai constituir uma zona cinza que inclui a classe trabalhadora precária e o que poderíamos chamar de “baixa classe média”. O cotidiano de muitos destes não difere muito da vida do negro e do pobre brasileiro. Moram eventualmente no mesmo bairro e passam privações materiais. É precisamente nesta faixa social que o preconceito de raça é ainda mais importante. Afinal, a única distinção que este pessoal tem na vida é a “brancura” da cor da pele para exibir contra o negro.
Entrevistando pessoas desta classe social no interior de São Paulo descendentes de italianos, como Bolsonaro, e alguns que inclusive moram onde ele nasceu para meu livro “A classe média no espelho”, notei um racismo que não tem nada de cordial. Bolsonaro é filho da baixa classe média de imigrantes para os quais a carreira no exército ou na polícia era a promessa de ascensão segura ainda que limitada. Neste contexto, não se casar com um negro ou com uma negra é a regra familiar mais importante e mais rígida. Aqui, o preconceito puro, o orgulho da cor da pele e da origem é a única distinção social positiva ao alcance. Se a elite e a classe média exploram economicamente – além de humilhar – os negros, aqui só se pode humilhar. Enfatizar uma distância social quase inexistente do ponto de vista econômico exige um racismo “racial” turbinado e levado às últimas consequências
Este é também precisamente o caso do “lixo branco” norte-americano que ajudou a eleger Trump, o objeto do desejo e de imitação de Bolsonaro. Os brancos do Sul dos EUA, inferiores social e economicamente aos brancos do Norte, são, por conta disso, como uma espécie de “compensação” da riqueza inexistente, os racistas mais ferozes e ativistas de uma “Ku Klux Klan” que assassinava e linchava negros indiscriminadamente. Este é o caso de Bolsonaro e de seus seguidores no Brasil. E o que é a “milícia” carioca, com a qual Bolsonaro e seus filhos estão envolvidos até o pescoço, se não a Ku Klux Klan brasileira, que existe para explorar e matar negros e pobres, os supostos “bandidos” das favelas
Embora a elite e a classe média real e canalha também tenham votado nele, sua real base de apoio é o “lixo branco” brasileiro, próximo do negro e por conta disso ávido por criminalizá-lo, estigmatizá-lo como bandido e por assassiná-lo impunemente. A associação com a milícia, a tara pelas armas e o discurso de ódio são para matar o preto e o pobre. O que está por trás de Bolsonaro é racismo “racial” mais cruel e expresso do modo mais aberto e canalha que se viu.  O ódio à universidade pública está também ligado ao fato desta, agora, ter sido “invadida” por negros e pobres. Essa gente não estaria lá para estudar. Só poderia ser para fazer balbúrdia. Urge cortar as verbas para isso.
A irracionalidade de Bolsonaro, sua loucura e sua idiotice são a expressão perfeita do ódio racial brasileiro. O ódio que não se explica racionalmente, nem apenas por motivos puramente econômicos. O ódio do racista que se vê como fracasso social é um ódio de morte. Ele não compreende as razões de sua posição social e só tem ressentimento sem direção na alma e no coração. Ódio em estado puro que Bolsonaro expressa e exprime como ninguém. Bolsonaro é o líder da Ku Klux Klan e do “lixo branco” brasileiro. É isso que o define e o explica mais que qualquer outra coisa.
White trash (traduzido literalmente: lixo branco) é um termo depreciativo originário dos Estados Unidos, para pessoas brancas de baixo estatuto social como ...


Feb 9, 2019 - MORRO NOTICIAS SEM CENSURA: APARTHEID À BAIANA ''Made in Sum Paulo''. Como se não bastasse o RACISMO ENDÊMICO da baixa, ...

quarta-feira, 22 de maio de 2019

E aí ''ADMIRÁVEL GRANDE COMBATENTE'' da corrupção universal, as acusações contra o vosso patrão de alcunha LADRÃO DE TOCA-FITAS ainda continuam valendo, ele continua vos AMEAÇANDO...e o vosso amiguinho ainda continua sendo acusado de ser o ESTELIONATÁRIO-MOR, CHEFE DAS QUADRILHAS DE ROUBO DE CARROS DAQUI DA REGIÃO? SANCTA HIPOCRISIA...e o pior é que tem gente imbecil que ainda acredita nesses radialistas picaretas! O Prefeito Léo Dourado e o Presidente da Câmara de Vereadores Rochinha precisam URGENTEMENTE iniciar uma CAMPANHA DE BOICOTE aos anunciantes que patrocinam esses dois radialistas embusteiros e boquirrotos...até mesmo; POR AMOR À LÍNGUA PORTUGUESA.

Política

Eleições Morro do Chapéu: Deputado ameaça dar surra em radialista

Image result for ribeiro sousa é ameaçado pelo deputado josé carlos araujo
Image result for ribeiro sousa e fabio marcio
Image result for BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO assim declara ribeiro sousa blog morro noticias sem censura

vide
| 04/10/2012 às 15:26
Na manhã desta quinta-feira 04 de outubro 2012, o radialista Ribeiro Sousa procurou a delegacia de policia civil de Morro do Chapéu, para denunciar que vem sendo ameaçado  pelo Deputado Federal José Carlos Araújo, Presidente do Conselho de Ética da Camará Federal. Segundo  o radialista, que é ex-funcionário do deputado,  a covardia teria iniciado, quando o mesmo foi contratado pelo candidato a prefeito da coligação Bonito é do povo, da cidade de Bonito-Ba,  que é adversário do parlamentar.

Em 16 de setembro, no povoado de Catuaba, o radialista teria criticado o Araújo, dizendo que ele teria que respeitar o povo de Bonito, uma vez que teria  declarado  em  sua rádio,(Brilhante FM) que quem mandava na politica de Bonito era ele, e que a escolha do candidato a prefeito,  não era nem o vice- governador, nem o governador ou qualquer outra liderança que somente ele decidia, quem seria o candidato a prefeito  em, 2012.

Essa  atitude teria revoltado a população de Bonito que qualificou como arrogante a postura do deputado, que impôs a candidatura do ex-prefeito Edinho.  Em função disso, o atual prefeito Romulo Carneiro,  que foi traído pelo deputado, e que foi impedido de disputar a reeleição , teve uma grande decepção que afetou a sua saúde, e que toda população ficou sensibilizada revoltada  coma situação .
Image result for ribeiro sousa é ameaçado pelo deputado josé carlos araujo
Na manhã desta quinta-feira 04 de outubro 2012, o radialista Ribeiro Sousa ... vem sendo ameaçado pelo Deputado Federal José Carlos Araújo, Presidente do ...

LEAM também...


''BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO''...assim declara o ÍDOLO do polêmico locutor BOLSONARISTA Ribeiro OLHO NEGRO Sousa - Notório TORTURADOR .


Inconformado com as criticas do radialista, o deputado valentão, afirmou em palanque no mesmo dia e no esmo povoado, que se ali estivesse mais cedo, momento em que o radialista usava do carro de som para lhe criticar, teria ele mesmo dado uma surra no radialista.

Na manhã desta quinta-feira,(04) seguiu de carro o radialista Ribeiro Sousa, até a Pousada e Lanchonete Salvador, altura da BA-052 em Morro do Chapéu, e de dentro de seu veiculo teria abordado o radialista, dizendo : eu mesmo vou lhe bater seu moleque, você está mexendo com o cara errado, no momento o radialista teria lhe perguntado se ele tinha certeza do que estava dizendo, e ele repetiu a ameaça e quis descer do carro.
Para evitar confronto em frente a sua esposa que estava doente em seu veiculo, o radialista decidiu se afastar e procurou a delegacia para prestar queixa.

Ainda segundo o radialista Ribeiro Sousa, a ira do deputado deve-se também, ao fato do mesmo ter denunciado que funcionários da Radio Brilhante FM, emissora em nome de sua esposa,  recebe salário pela câmara dos deputados, um ato de corrupção praticada pelo deputado que é presidente do conselho de Ética da Câmara Federal. A apuração desta denuncia pode levar o deputado á parar no conselho de Ética, e até perder o mandato.

segunda-feira, 20 de maio de 2019

''QUANDO O GATO SAI DE CASA OS RATOS PASSEIAM NA MESA''. Assim diz o velho ditado... e o Respeitado Jornalista ZECA DE APHONSO do popularíssimo Site BAHIA NOTÍCIAS, também. Mais uma vez a MÍDIA SÉRIA SOTEROPOLITANA desmascara as TRAIÇÕES DO JUDAS de alcunha LADRÃO DE TOCA-FITAS, o Ex-Deputado José Carlos Araújo. Pois é gente, há mais ou menos uma semana eu recebi vários telefonemas de Parlamentares e de amigos Jornalistas me alertando sobre a ''FARRA'' DESPUDORADA para celebrar a ausência do Governador RUI COSTA, organizada pelo (IN)famoso NELSON NADA LEAL...o agora parceiro # UNO do CLÃ CARAMUJO. Todos os meus interlocutores estão de acordo que está sendo tramado MAIS UM COMPLÔ POLÍTICO CONTRA O GOVERNADOR...se levarmos em consideração o ''pedigree'' dos artistas circenses que participaram desse convescote de zeros à esquerda. O Governador precisa ficar muito atento E ABRIR OS OLHOS ( como bem alertou o ADMIRADO E RESPEITADO Jornalista Zeca de Aphonso); porque essa turma de FI$IOLÓGICO$ BAIXÍSSIMO CLERO...NÃO DÃO PONTO SEM NÓ. Além de mais uma vez está tentando uma BOQUINHA NA ALBA para a MARAJÁ DO TJ-BA Juliana Araújo: essa turma deve estar CONJURANDO alguma coisa...COM CERTEZA VAI SOBRAR PARA O GOVERNADOR. Não é nenhum segredo que Zé Caramujo e sua filha Juliana estão Pts da vida com o Governador, pela PROIBIÇÃO que tiveram que amargar durante a visita que esse último fez à nossa cidade. Fui uma HUMILHAÇÃO sem precedentes na história do nosso município. Algo semelhante seria impensável, quando o dito cujo (Zé Boca Mole) ainda reinava supremo aqui em Morro do Chapéu...durante a Gestão de Cleová Barreto. Léo e Rochinha estão muito DEVAGAR...precisam colocar mais pressão nessa turma. Uma sugestão eficaz seria BOICOTAR à todas as pessoas e negócios que sustentam (com publicidade) a Rádio LARANJANTE FM, de propriedade dessa erva daninha descrita pelo Nobre Vereador João Humberto Batista como a ENCARNAÇÃO DO MAL em carne e osso . Outra sugestão - que muitas pessoas vêm fazendo ultimamente - seria a REMOÇÃO DAS TORRES ILEGAIS que poluem o visual do nosso mítico e sagrado MORRÃO. Um verdadeiro CRIME AMBIENTAL foi cometido - e ainda continua - contra o nosso principal CARTÃO POSTAL...e, tudo isso para encher de DINHEIRO as algibeiras desse PICARETA inimigo implacável dos interesses do Povo de Morro do Chapéu. Se Léo não tomar essa iniciativa...O Presidente da Câmara de Vereadores ROCHINHA; TEM QUE FAZER ISSO o mais rápido possível. Esse é o sentimento de todos e todas que nos escrevem pedindo que algo seja feito para afastar esses vigaristas daqui da cidade e região. Que eles ponham essas torres em suas próprias propriedades...chega desses pilantras tratarem Morro do Chapéu como se fosse o seu FEUDO PRIVADO!

O CHEFE DA TURMA DA BOQUINHA Zé Boca Mole NÃO PERDE TEMPO E ENTRA AÇÃO OUTRA VEZ. Os seus aliados e inimigos em Salvador são unânimes em afirmar que o dito cujo está em estágio avançado de ''negociação'' com o Presidente da AL-BA...para conseguir uma TÊTA para sua vasta prole...especialmente, para a autoproclamada 'dôtôra' fake Juju.  
Nelson Leal
Recebi a vice-prefeita de #MorrodoChapéu, Juliana Araújo, e o ex-deputado federal, José Carlos Araújo. Falamos sobre alguns projetos para a cidade. Muito obrigado pela visita.
Grifo do Blog MNSC: #TurmaDaBoquinhaATACAmaisumavez

URGENTE!!!...UM NOVO GOLPE SE

APROXIMA

Curtas do Poder

por Zeca de Aphonso

Curtas do Poder
Hoje estivemos na governadoria para pleitear benefícios para nossa querida Morro do Chapéu #morronorumocerto
#ENCHENDOLINGUIÇA
Image result for enchendo linguiçaOutro dia uma ouvinte da Rádio Laranja

Brilhante FM se fartou das PROMESSAS

MIRABOLANTES que a autoproclamada ''DÔTÔRA"

FAKE Juliana Araujo vive fazendo às pessoas humildes

daqui da cidade e desabafou: '' Ah, que nada

dotôra a SENHORA NUNCA FEZ NADA aqui em Morro do

Chapéu...nós aqui no Pachola já estamos cansados das

promessas que a senhora vive nos fazendo. O que a

senhora sabe fazer bem: É ENCHER LINGUIÇA'' . Rapá, eu

quase me C..ei de rir e ao mesmo tempo fiquei muito

contente de ver que o nosso povo já não  CAI MAIS NA

LÁBIA desses $angue$$uga$ CHUPA-CABRA$ DE

DINHEIRO PÚBLICO.


 Zé da “Boca Mole”                        José Carlos Araújo
*Por falar em PL, devo dizer que Alô Alô Fausto fez um favor em ceder o Palácio Rio Branco para a hotelaria. Só assim preservam. Não aguento mais de tempos em tempos termos que restaurar o Centro Histórico, a exemplo do Convento do Carmo.
*A provável greve dos ônibus em Salvador só não vai atingir ao secretário de Mobilidade
Catingueiro. O pau comendo por aqui e o auxiliar do Soberano curtindo férias, e andando em sistemas de transporte de primeiro mundo.
*Coitado de Luiz Caetano, não ganha nenhuma. O TRE acaba de desaprovar as contas de campanha do companheiro à prefeitura de Camaçari em 2016. Recomendo a Caetano uma boa e forte reza. A coisa cada dia fica mais difícil. Desista Caetano!
*Os deputados do PP estão revoltados com o Bonitão que exonerou, sem piedade, o número 2 da Secretaria de Recursos Hídricos do Correria, para colocar um apadrinhado do Bonitinho. Querem que o governador em exercício revogue o ato de exoneração praticado pelo Bonitão. Estão confiantes no perfil de Nelson.
*Diz o dito popular que quando os gatos saem os ratos fazem a festa. A oposição aproveitou que o Correria e o Bonitão estão passeando no exterior e foram de turma na governadoria. Com a desculpa das emendas impositivas, a turma queria mesmo era sentir o gostinho do poder. Targino, que debutou no local, saiu encantado com os ares do poder.
*Os governistas também foram visitar Nelson Nada Leal, sem precisar nem marcar audiência. Já estes tiveram o gostinho de serem bem tratados, com direito a suco de fruta gelado e café quente, conversa fiada e simpatia do governador... em exercício. Quando Correria chegar, as coisas voltam ao normal. Aproveitem queridos deputados enquanto dura os ares de simpatia no local


Sabe quando você vai a um lugar legal, a luz é boa e você está bem vestido? É hora de atualizar o book de fotos nas redes sociais. Foi isso que fez Nelson Leal como governador em exercício da Bahia. Na segunda e na terça-feira, passou de 20 a média de publicações no Instagram com registros dos aliados e lideranças do interior que recebeu na Governadoria.
Entra e sai
É deputado para lá, prefeito para cá, todos querendo sentir o gostinho de adentrar a sala do líder maior [Nelson Leal, no caso], coisa que, segundo eles, já não era uma tarefa fácil de concretizar. Além de toda a bancada de oposição, coisa inimaginável de acontecer com a presença de Rui, Leal já recebeu 30 deputados estaduais, a visita dos deputados federais Cacá Leão, Cláudio Cajado, Sargento Isidório, Alex Santana, João Bacelar e Mário Negromonte Junior; do diretor-presidente da Urbis, Emerson Leal; do ex-senador Roberto Muniz; do secretário-geral do PP, Jabes Ribeiro; e dos prefeitos de Barra do Choça, Adiodato Araújo; de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro; de Ipupiara, Acir Leite; de Queimadas, André Luiz Andrade; de Licínio de Almeida, Dr. Fred; de Tremedal, Márcio Ferraz; de São Gonçalo dos Campos, Carlos Germano; de Boninal, Aurélio Fagundes de Souza; e de Chorrochó, Humberto Gomes Ramos. Isso por enquanto, pois ainda tem gente na lista.
O golpe do golpe
Porém, um alerta: dizem as más línguas que seria o golpe do golpe no Palácio de Ondina. O clima foi só riso de canto de boca sobre a possibilidade de o PP, partido do vice, se vingar de tantas insatisfações com o governador, já relatadas aqui, e dar o golpe.
Reunião dos interinos
Ainda sobre as reuniões na Governadoria e a farra dos interinos, na quarta houve uma reunião entre o prefeito interino Bruno Reis e o governador em exercício Nelson Leal. O assunto principal foram as eleições. Um detalhe: o PP não tem interesse em apoiar um candidato do PT nas eleições municipais, assim dizem fontes aliadas. Bruno Reis foi peça importante na articulação para Leal se tornar presidente da AL-BA. A conta chega. A conferir.

*O povo do Capitão tem que dar uma passada aqui. Tudo na contramão de Brasília, aqui órgãos de fiscalização estão mascarando empresários, diferente do pensamento liberal. O cabra do meio ambiente que defende tanto o empreendedorismo com crescimento sustentável tem que ser o primeiro.
*Correria, presta atenção! O PL quer se picar. Zé da “Boca Mole” tá colado com o Vice Gatinho. Já estão negociando até cargos e apoio aos vereadores. 
 Zé da “Boca Mole”                        José Carlos Araújo
*Por falar em PL, devo dizer que Alô Alô Fausto fez um favor em ceder o Palácio Rio Branco para a hotelaria. Só assim preservam. Não aguento mais de tempos em tempos termos que restaurar o Centro Histórico, a exemplo do Convento do Carmo.
*A provável greve dos ônibus em Salvador só não vai atingir ao secretário de Mobilidade
Catingueiro. O pau comendo por aqui e o auxiliar do Soberano curtindo férias, e andando em sistemas de transporte de primeiro mundo.
*Coitado de Luiz Caetano, não ganha nenhuma. O TRE acaba de desaprovar as contas de campanha do companheiro à prefeitura de Camaçari em 2016. Recomendo a Caetano uma boa e forte reza. A coisa cada dia fica mais difícil. Desista Caetano!
*Os deputados do PP estão revoltados com o Bonitão que exonerou, sem piedade, o número 2 da Secretaria de Recursos Hídricos do Correria, para colocar um apadrinhado do Bonitinho. Querem que o governador em exercício revogue o ato de exoneração praticado pelo Bonitão. Estão confiantes no perfil de Nelson.
*Diz o dito popular que quando os gatos saem os ratos fazem a festa. A oposição aproveitou que o Correria e o Bonitão estão passeando no exterior e foram de turma na governadoria. Com a desculpa das emendas impositivas, a turma queria mesmo era sentir o gostinho do poder. Targino, que debutou no local, saiu encantado com os ares do poder.
*Os governistas também foram visitar Nelson Nada Leal, sem precisar nem marcar audiência. Já estes tiveram o gostinho de serem bem tratados, com direito a suco de fruta gelado e café quente, conversa fiada e simpatia do governador... em exercício. Quando Correria chegar, as coisas voltam ao normal. Aproveitem queridos deputados enquanto dura os ares de simpatia no local
Book de fotos do dia em que ''O GATO SAIU DE CASA''. A Mídia Soteropolitana tirou o MAIOR SARRO...não só do FOLCLÓRICO ''anfitrião'' vice do vice do Verdadeiro VICE - Governador de Araque, ou melhor; Governador de\por 15 SEGUNDOS - ....mas também, do batalhão de PENETRAS (igualmente folclóricos) que aproveitou a ausência do Governador para se esbaldar. Êtcha Bahia que nunca muda...pense numa terrinha com vocação para REPUBLIQUETA BANANEIRA!
Sabe quando você vai a um lugar legal, a luz é boa e você está bem vestido? É hora de atualizar o book de fotos nas redes sociais. Foi isso que fez Nelson Leal como governador em exercício da Bahia. Na segunda e na terça-feira, passou de 20 a média de publicações no Instagram com registros dos aliados e lideranças do interior que recebeu na Governadoria.
Entra e sai
É deputado para lá, prefeito para cá, todos querendo sentir o gostinho de adentrar a sala do líder maior [Nelson Leal, no caso], coisa que, segundo eles, já não era uma tarefa fácil de concretizar. Além de toda a bancada de oposição, coisa inimaginável de acontecer com a presença de Rui, Leal já recebeu 30 deputados estaduais, a visita dos deputados federais Cacá Leão, Cláudio Cajado, Sargento Isidório, Alex Santana, João Bacelar e Mário Negromonte Junior; do diretor-presidente da Urbis, Emerson Leal; do ex-senador Roberto Muniz; do secretário-geral do PP, Jabes Ribeiro; e dos prefeitos de Barra do Choça, Adiodato Araújo; de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro; de Ipupiara, Acir Leite; de Queimadas, André Luiz Andrade; de Licínio de Almeida, Dr. Fred; de Tremedal, Márcio Ferraz; de São Gonçalo dos Campos, Carlos Germano; de Boninal, Aurélio Fagundes de Souza; e de Chorrochó, Humberto Gomes Ramos. Isso por enquanto, pois ainda tem gente na lista.
O golpe do golpe
Porém, um alerta: dizem as más línguas que seria o golpe do golpe no Palácio de Ondina. O clima foi só riso de canto de boca sobre a possibilidade de o PP, partido do vice, se vingar de tantas insatisfações com o governador, já relatadas aqui, e dar o golpe.