terça-feira, 14 de janeiro de 2020

13 DE JANEIRO DE 2020 vai ficar nos anais da história como o dia em que o ILUMINISMO DEU UM TAPA NA CARA DO BOZOMOROFASCISMO. Mais uma vez o MUNDO CIVILIZADO nos confirma...para a nossa alegria: SEMPRE estivemos do lado CORRETO DA HISTÓRIA...lá e cá. Quando nós dizemos que o Brasil é uma 'BIG' Morro do Chapéu em todos os aspectos; muitos acham que é piada pronta...mas não é NÃO. Todos nós CIVILIZADOS que lutamos diuturnamente para resgatar o nosso sofrido país dessa BARBÁRIE BOZOMOROFASCISTA EM QUE MERGULHAMOS: devemos nos alegrar com MAIS ESSA DERROTA DO FASCISMO BOÇALNARISTA ...tanto lá nos 'ISTEITES'\HOLLYWOOD quanto aqui em Morro do Chapéu. Se o Brasil todo está celebrando a escolha PARA O OSCAR 2020 do Documentário - da BRILHANTE CINEASTA PETRA COSTA - que denuncia O GOLPE FASCISTA DE 2016 que afastou a Presidenta DEMOCRATICAMENTE ELEITA DILMA ROUSSEFF: Morro do Chapéu também está celebrando a escolha para o Prêmio BRASKEM 2020 DO ATOR SHAKESPEAREANO Morrense JARBAS OLIVER. No momento em que as FORÇAS PROGRESSISTAS de nossa cidade (os OPORTUNISTA$$$ QUINTA-COLUNAS traidores não contam) se preparam para enfrentar A CORRUPÇÃO ENDÊMICA E O OBSCURANTISMO NEOPENTECOSTAL FASCISTA que começa a infestar a nossa outrora tolerante comunidade; Morro do Chapéu não poderia ter recebido melhor notícia. JARBAS OLIVER, está de parabéns não só por ser esse GRANDE ATOR que a Bahia toda admira e respeita. JARBAS OLIVER está de PARABÉNS também, porque é um CIDADÃO EXEMPLAR E ATIVISTA INCANSÁVEL EM PROL DA DEMOCRACIA E DO ESTADO DE DIREITO. JARBAS OLIVER SE TORNOU AINDA MAIOR, QUANDO DE MANEIRA CORAJOSA E INEQUÍVOCA DISSE: 'ELE NÃO!'. São GESTOS CORAJOSOS como o seu que distingue os HERÓIS dos COVARDES. Eu não sei qual é a origem do sobrenome OLIVER de Jarbas porém, se foi\for em homenagem ao GRANDE ATOR SHAKESPEAREANO BRITÂNICO Sir Laurence Olivier (o Barão Olivier): Jarbas certamente tem tudo para HONRAR A ESCOLHA desse famoso sobrenome e, se tornar o nosso SIR LAURENCE OLIVIER NORDESTINO\BAIANO\SERTANEJO\MORRENSE. Só o fato de Jarbas não ter tido MEDO DE DIZER ''NÃO'' AO BOZOMOROFASCISMO: é o suficiente para garantir o seu lugar no PANTEÃO DOS GRANDES ARTISTAS BRASILEIROS. NUNCA ficou em cima do muro como fez e faz alguns de seus colegas do mundo artístico\cultural... os abomináveis ''ISENTÕES''. E por falar nesses insetos, aqui mesmo em Morro do Chapéu nós temos esse tipo de gente COVARDE que, só fica esperando...para colher e comer o fruto maduro do resultado da LUTA DE OUTRÉM. JARBAS OLIVER foi atacado de maneira vil por aquela LÔRA FAKE ÁGUA SANITÁRIA que é também conhecida como LADY MACBETH BACURÉ... A HIPER AMBICIOSA, MANIPULADORA, CONSPIRADORA E BOLSONARISTA FANÁTICA companheira do candidato da ''CURA GAY'', ex-protégé do ex-deputado Zé Caramujo. Gente, vamos parar e pensar um pouco. Não é porque Morro do Chapéu é esse rincão 'finisterra' que estamos isentos dessa onda fascista que assola o Brasil não. As provas estão aí para todos verem. Dos três candidatos à Prefeito de Morro do Chapéu...dois são inegavelmente REPRESENTANTES DO ATRASO, ligados à CORRUPÇÃO E AO OBSCURANTISMO BOÇALNARISTA. O Candidato da ''CURA GAY'' - supostamente ''curado'' - VÍTOR ARAÚJO; é afilhado do FOLCLÓRICO Pastor ISIDORO. A patricinha cabeça oca CANDIDATA DAS MAMATAS\BOQUINHAS ESTATAIS de alcunha MARAJÁ DO TJ-BA Juliana Araújo: é afilhada do Beato PASTOR-CANTOR IRMÃO LÁZARO. O terceiro candidato, a chapa PRÓ SHEILA-ZÉ RIBEIRO 2020: é a ÚNICA SAÍDA que temos...POR NÃO CARREGAR A MÁCULA DO CÂNCER DA CORRUPÇÃO E, SOBRETUDO; POR REPRESENTAR VALORES CIVILIZATÓRIOS UNIVERSAIS. A Professora Sheila é a HERDEIRA LEGÍTIMA DO PROGRESSO E ILUMINISMO DO ETERNO CORONEL FRANCISCO DIAS COELHO. Por isso: terá o meu voto e o da minha família.


JARBAS OLIVERImage may contain: 1 person

Como a corrupção no Incra levou à expulsão de um pequeno agricultor de sua terra

Segunda, 13 de Janeiro de 2020 - 20:00

Divulgada a lista de indicados ao Prêmio Braskem de Teatro 2019

por Bruno Leite / Jamile Amine

Divulgada a lista de indicados ao Prêmio Braskem de Teatro 2019
Holocausto Brasileiro é uma das peças indicadas | Foto: Divulgação / Funceb
A comissão julgadora da 27ª edição do Prêmio Braskem de Teatro anunciou nesta segunda-feira (13), a lista de indicados para a premiação que seleciona os melhores da 2ª arte na Bahia. 

Ao todo, 58 peças profissionais e inéditas no período de 04 de abril a 23 de dezembro foram analisadas pela comissão, composta pela atriz e diretora Andrea Elia, pela atriz e professora da UFBA Elaine Cardim, pelo diretor teatral João Lima, pela mestra em dança e professora da UFBA Marilza Oliveira e pelo jornalista e escritor Marcos Uzel. 

Entre os selecionados estão os espetáculos "Pele Negra, Mascaras Brancas", "O Jabuti e a Sabedoria do Mundo" e "Holocausto Brasileiro". Aldri Anunciação e Thiago Romero foram alguns dos indicados nas categorias texto e ator. A lista completa você pode ver abaixo:

ESPETÁCULO ADULTO:
- Holocausto Brasileiro
- Última Chamada
- Pele Negra, Máscaras Brancas
- Sonho de Uma Noite de Verão na Bahia
- Vermelho Melodrama

ESPETÁCULO INFANTOJUVENIL:
- Sarauzinho da Calú
- O Jabuti e a Sabedoria do Mundo
- Tati Búfala
- Eu Vou Te Dar Alegria

TEXTO:
- Gildon Oliveira e Jorge Alencar, por Vermelho Melodrama
- Aldri Anunciação, por Embarque Imediato
- Diego Araújo, por Holocausto Brasileiro
- Gilson Oliveira, Das Coisa Dessa Vida
- Luis Antônio Sena Júnior, por Última Chamada

DIREÇÃO
- Onisajé (Fernanda Júlia), por Pele Negra, Máscaras Brancas
- Thiago Romero, por Última Chamada
- Jorge Alencar, por Vermelho Melodrama
- João Miguel, por Das Coisas Dessa Vida
- Diego Araújo, por Holocausto Brasileiro

ATOR
- Ricardo Fagundes, por Das Coisa Dessa Vida
- Eduardo Gomes, por Vermelho Melodrama
- Jarbas Oliver, por Sonho de Uma Noite de Verão da Bahia
- Israel Barreto, por O Avô e o Rio / Revolução
- Everton Machado, por Balada de Um Palhaço

ATRIZ
- Márcia Lima, por Holocausto Brasileiro
- Edvana Carvalho, por Aos 50 Quem Me Aguenta?
- Ana Mametto, por Sonho de Uma Noite de Verão na Bahia
- Véu Pessoa, por Vermelho Melodrama
- Fernanda Beltrão, por Dois Pesos, Duas Medidas

REVELAÇÃO
- Elisleide Bonfim, pela atuação em Holocausto Brasileiro
- Caio Rodrigo, pelo texto de As Cidades
- Matheuzza, pela atuação em Pele Negra, Máscaras Brancas
- Rodrigo Lélis, pela atuação em Osso
- Cristina Leifer, pelo texto de Ensaios Sobre o Fim

CATEGORIA ESPECIAL
- Aianne Bilitário e Marcos Lobo, pela cenografia de Escorpião 
- Luis Santana, pelo figurino e adereços de Vermelho Melodrama
- Yacoce Simões, pela direção musical de Sonho de Uma Noite de Verão na Bahia
- Euro Pires, pelo figurino de Aos 50 Quem Me Aguenta?
- Erick Saboya, pela coreografia de As Cidades

Nenhum comentário: